Dia A Dia Da Economia - Míriam Leitão

Informações:

Sinopsis

Análise diária dos principais fatos da economia com uma das mais importantes e influentes jornalistas do país.

Episodios

  • O representante da União falhou desde o primeiro instante da pandemia

    'O representante da União falhou desde o primeiro instante da pandemia'

    08/03/2021 Duración: 07min

    Míriam Leitão destaca que o presidente Jair Bolsonaro é um negacionista e tem atrapalhado demais o combate ao coronavírus. Por isso, governadores e prefeitos estão ocupando um espaço vazio, deixado pelo Governo Federal. Comentarista destaca que 'Bolsonaro é impermeável às lições que a pandemia tem dado a todos os brasileiros'.

  • Vamos ter que sair da pandemia e reconstruir o patamar de ascensão da mulher no mercado de trabalho

    'Vamos ter que sair da pandemia e reconstruir o patamar de ascensão da mulher no mercado de trabalho'

    08/03/2021 Duración: 06min

    Míriam Leitão fala das mulheres que foram fortemente impactadas durante a pandemia. Ela destaca que muitas mulheres trabalham no setor de serviços e muitas empresas fecharam. Também houve redução de vagas no mercado de trabalho de domésticas. As mulheres ficaram ainda sem a rede de apoio, sem poder contar com os avós para cuidar das crianças. No período, escolas e creches também fecharam. Muitas mulheres perderam o emprego e estão sobrecarregadas.

  • Mesmo em momento dramático da pandemia, Bolsonaro continua com frase infames

    Mesmo em momento dramático da pandemia, Bolsonaro continua com 'frase infames'

    05/03/2021 Duración: 08min

    Míriam Leitão critica a postura do presidente por 'declarações absurdas' como as desta quinta-feira, quando ele chamou a tragédia de 'mimimi' e perguntou: 'vamos ficar chorando até quando?'. A comentarista lamenta que, enquanto sangra, o país seja ofendido por Bolsonaro. Ela lembra ainda que, no exterior, o Brasil é visto como uma 'ameaça global'.

  • O presidente Bolsonaro desgoverna o Brasil. Ele cria mais tumulto e não dá nenhuma direção

    'O presidente Bolsonaro desgoverna o Brasil. Ele cria mais tumulto e não dá nenhuma direção'

    05/03/2021 Duración: 05min

    Míriam Leitão fala sobre o destaque internacional negativo do Brasil pela forma como conduz a questão da Covid-19 e o impacto nas relações e na economia. Ela cita que um investidor, antes de qualquer decisão, olha todo o cenário de um país. 'O presidente brasileiro é o mais negacionista dos presidentes. Ele tem uma atitude bélica em relação aos feridos dessa guerra, além de ser um mau gestor'. Míriam Leitão destaca que o país vive uma crise federativa, mas os governadores estão agindo e tomando decisões na direção certa.

  • Ou o ajuste que a PEC emergencial estabelece não existe, ou é impossível

    'Ou o ajuste que a PEC emergencial estabelece não existe, ou é impossível'

    04/03/2021 Duración: 10min

    Míriam Leitão analisa o texto da PEC emergencial. Comentarista destaca que a proposta foi tão desidratada que acabou ficando entre promessas que dificilmente serão cumpridas e outras coisas que não têm efeito prático na contenção de gastos.

  • História é estarrecedora’

    'História é estarrecedora’

    04/03/2021 Duración: 06min

    Míriam Leitão fala sobre a punição sofrida por dois professores após críticas feitas ao governo Bolsonaro em universidades públicas. Miriam questiona porque a CGU não fez o mesmo com o ex-ministro ex-ministro Abraham Weintraub ao atacar o STF dentro do Palácio do Planalto.

  • O instrumento de política econômica mais decisivo teria sido a busca de vacina

    'O instrumento de política econômica mais decisivo teria sido a busca de vacina'

    03/03/2021 Duración: 12min

    Míriam Leitão fala sobre o resultado do último trimestre do PIB de 2020, que registrou um tombo de 4,1%, e as projeções para o primeiro trimestre deste ano. 'A recessão de 2020 foi menor do que o previsto'. Ela acrescenta que foi a pior recessão da era do real, mas não a pior da história.

  • Teto de gastos: vamos voltar a chamar de contabilidade criativa ou pedalada

    Teto de gastos: 'vamos voltar a chamar de contabilidade criativa ou pedalada'

    03/03/2021 Duración: 06min

    Míriam Leitão fala da retomada de regras para proteger empresas e emprego em meio à pandemia e o impacto disso no mercado de trabalho. Ela explica como vai funcionar essa reedição da medida que permitiu a redução de jornada e de salário. Desta vez, a ideia é usar o dinheiro que financia o seguro desemprego para completar o salário do trabalhador. Miriam fala dos riscos da medida. Ela também destaca a questão da PEC Emergencial e como o mercado financeiro está recebendo o texto e a questão do não cumprimento do teto de gastos somando auxílio emergencial e Bolsa Família.

  • Medidas para conter Covid-19 estão atrasadas porque o diagnóstico estava errado

    Medidas para conter Covid-19 estão atrasadas 'porque o diagnóstico estava errado'

    02/03/2021 Duración: 06min

    Míriam Leitão fala sobre o avanço da pandemia no Brasil, que vive um momento crítico, e destaca que o governo está atrasado na adoção de medidas econômicas e voltadas à população. Comentarista destaca ainda que todos os dias, o presidente faz algo para sabotar medidas que visam amenizar a pandemia.

  • É pena que, num momento desse, Senado seja caudatário de um governo que erra tanto

    'É pena que, num momento desse, Senado seja caudatário de um governo que erra tanto'

    02/03/2021 Duración: 06min

    Míriam Leitão comenta pontos da entrevista do presidente do Senado Rodrigo Pacheco ao Estadão. ‘Ele fez várias declarações que mostram que será caudatário (adepto) do governo’. Entre outras coisas, Pacheco disse que uma CPI para investigar o papel de Bolsonaro na pandemia poderia prejudicar o país.

  • É crime de responsabilidade criar conflito o tempo todo, presidente deve unir federação

    'É crime de responsabilidade criar conflito o tempo todo, presidente deve unir federação'

    01/03/2021 Duración: 09min

    Míriam Leitão comenta embate entre governadores e presidente Bolsonaro, que veio à tona depois de o presidente culpar os estados pela situação da pandemia. Uma dura carta dos governadores foi elaborada em reação aos ataques do presidente. 'Foi um conflito federativo que o presidente criou. Um ano depois, ele mantém esse conflito'.

  • Os jabutis da PEC Emergencial

    Os 'jabutis' da PEC Emergencial

    01/03/2021 Duración: 05min

    Míriam Leitão fala sobre auxílio emergencial e a reunião desse domingo no Palácio Alvorada entre Bolsonaro, ministros e os presidentes da Câmara e do Senado. Míriam Leitão faz uma análise das consequências da PEC Emergencial, caso o texto seja aprovado da forma como foi apresentado. O Universidade para Todos e o ProUni podem ser afetados.

  • Semana foi muito difícil em todas as áreas

    'Semana foi muito difícil em todas as áreas'

    26/02/2021 Duración: 10min

    No resumo da semana, Míriam Leitão destaca a situação da saúde no Brasil. Ela afirma que chegamos no maior número de mortes por Covid-19 em um dia e a perspectiva é muito ruim. Na política, o assunto dominante é a 'PEC da impunidade', que a comentarista destaca que é 'completamente sem propósito'. E no campo econômico, não sobrou nada do discurso liberal da equipe econômica do governo Bolsonaro.

  • O comportamento do presidente da República é criminoso

    'O comportamento do presidente da República é criminoso'

    26/02/2021 Duración: 06min

    Míriam Leitão destaca que, um ano depois, o país está no pior momento da pandemia e sem horizonte. Ela acrescenta que, enquanto vivemos risco de colapso nacional, o presidente fala contra uso da máscara.

  • PEC é uma subversão da ideia de imunidade parlamentar

    PEC 'é uma subversão da ideia de imunidade parlamentar'

    25/02/2021 Duración: 07min

    Míriam Leitão destaca que a imunidade parlamentar é importante para proteger o exercício democrático do mandato, mas a PEC que está tramitando tem 'um desvio de finalidade'. 'Nesse momento, o Congresso está conspirando para transformar uma prerrogativa de defesa da democracia em uma imunidade de criminosos', avalia.

  • Após um ano de luto, Brasil chega ao pior momento da pandemia ainda desgovernado

    Após um ano de luto, Brasil chega ao pior momento da pandemia ainda desgovernado

    25/02/2021 Duración: 06min

    Míriam Leitão comenta a reportagem de O Globo desta quinta-feira. O país ultrapassou 250 mil mortos em quase um ano de pandemia e está há 34 dias com mortes acima de mil por dia.

  • MP da Eletrobras é encenação do governo

    MP da Eletrobras é encenação do governo

    24/02/2021 Duración: 08min

    Míriam Leitão avalia que o presidente entregou a medida provisória para privatizar a Eletrobras com o objetivo de parecer que o governo irá voltar ao caminho liberal, e também para fazer um afago a Paulo Guedes. Entretanto, se Bolsonaro realmente tivesse vontade de privatizar, ele teria mobilizado suas bases para votar o projeto de lei que está no Congresso.

  • O governo colocou um jabuti enorme na PEC emergencial

    'O governo colocou um jabuti enorme na PEC emergencial'

    24/02/2021 Duración: 06min

    Míriam Leitão fala sobre a PEC emergencial, que foi adiada. 'Não faz sentido nenhum propor uma coisa tão complexa e sem explicação para ser votada em dois dias'. Ela acrescenta que o auxílio emergencial será um gasto solto no espaço. 'A equipe econômica teve muito tempo para fazer a engenharia fiscal que tornaria esse gasto possível'.

  • Não dá para ser feito de afogadilho uma coisa tão profunda

    'Não dá para ser feito de afogadilho uma coisa tão profunda'

    23/02/2021 Duración: 07min

    Míriam Leitão critica a proposta para aprovar uma PEC como condição para dar o auxílio emergencial. Pela versão divulgada ontem ela elimina todas as vinculações constitucionais para saúde e educação. 'É preciso discutir direito como fazer isso para não deixar as duas áreas sem os recursos necessários', diz.

  • Governo está disposto a trocar todo o conselho da Petrobras caso não concordem com mudança

    'Governo está disposto a trocar todo o conselho da Petrobras caso não concordem com mudança'

    23/02/2021 Duración: 06min

    Míriam comenta cenário da Petrobras após troca no comando da estatal e reunião do conselho que vai avaliar mudança. 'Eles vão receber resultado de 2020, que é de lucro, e aprovar a condução do general Luna para o conselho.'

página 1 de 2