Sinopsis

Rabugices sobre a vida em sociedade em um podcast semanal com comentários sobre assuntos da atualidade, sempre tentando ir à raiz das questões.

Episodios

  • 41: Vanilla ISIS

    41: Vanilla ISIS

    15/01/2016 Duración: 01h14s

    Voltamos. Dilma continua presidente, Levy não é mais ministro, Congresso está de recesso e a Lava Jato continua rendendo manchetes. Porém, essa semana não falaremos de nada disso.Em meio à ferrugem de quase um mês parados (nossa e dos equipamentos, que relutaram em voltar à atividade e nos deram alguma dor de cabeça), resolvemos apelar para dois assuntos mais curiosos e menos polêmicos. Primeiro, comentamos um projeto de lei um tanto inusitado, propondo o fim do papel moeda no Brasil. Depois, voltamos nossa atenção a alguns eventos que estão acontecendo no interior do Noroeste norte-americano, onde um grupo de fazendeiros resolveu invadir um prédio federal como protesto à condenação de outros dois fazendeiros da região.E o que diabos o Vanilla Ice tem a ver com isso? Dê o play, siga os links e descubra. E depois comente sobre nossa volta, nossa ferrugem ou os assuntos em discussão - ou, até mesmo, o noticiário das últimas semanas.Proibição da circulação do papel moeda (0:32 até 27:29)Texto do Projeto de Lei d

  • 40: Então é Natal

    40: Então é Natal

    10/12/2015 Duración: 52min

    Calma, podem ficar tranquilos que não fizemos karaokê com músicas natalinas, da Simone ou de quem quer que seja. Porém, aproveitamos o final de ano e o número de episódio redondo para, diante de alguns desafios pessoais e profissionais nessa época, decretar o recesso do 20 Centavos.Assim, começamos com os vários comentários gerados pela nossa ~polêmica~ conversa com a Ju Wallauer, na semana passada. Estendemos alguns assuntos que não pudemos tratar naquele episódio, algumas referências e até alguns pontos que podem virar episódios para o ano que vem.Finalmente, seguimos o clichê inevitável de fazer um balanço desses 8 a 9 meses desde o nascimento desse podcast e o que esperamos para o ano que vem. Como avisamos algumas vezes, lembrem que seguiremos digitalmente vivos e ativos, respondendo comentários, trocando ideia e referências. Podem e devem continuar entrando em contato que, dentro do possível, iremos responder e interagir.Assim, dê o play, siga os links abaixo e, quando sentir falta da gente, dê uma vasc

  • 39: Ataque de Tigres

    39: Ataque de Tigres

    04/12/2015 Duración: 01h24min

    Essa semana, enfim, conseguimos cumprir algumas promessas feitas em relação a pedidos de ouvintes: trouxemos uma voz feminina para o 20 Centavos e, ainda, resolvemos debater as diferenças entre visões individualistas e coletivistas, entre liberalismo e socialismo, entre vida em sociedade e sociopatia e tantas outras coisas. Nossa convidada é a Juliana Wallauer, uma das metades responsáveis pelo Mamilos, um dos podcasts mais populares do Brasil e responsável por trazer muitos de nossos ouvintes (como, imagino, de tantos outros podcasts brasileiros).Como parece ser inevitável quando temos convidados, estouramos um pouco (ou bastante) nosso limite de uma hora, mas é porque a conversa foi boa. Esperamos que todos concordem e nos desculpem pelo excesso. Também, tenho certeza que irão concordar conosco que ainda sobrou muito assunto para debater, que hão de ficar para episódios futuros.Mas, enfim, o episódio está longo então chega de texto. Dê o play e, esperamos, curta tanto ouvir a conversa quanto gostamos de gra

  • 38: Alguém Pense nas Crianças

    38: Alguém Pense nas Crianças

    26/11/2015 Duración: 45min

    Polícia, paraísos fiscais, saúde das crianças. Podia ser o argumento de algum péssimo filme hollywoodiano, mas é só o 20 Centavos dessa semana. Um daqueles episódios mais curtos, com comentários rápidos sobre notícias que achamos que não mereceram a devida atenção em meio a discussões mais importantes e emocionais nas últimas semanas, mas que ainda assim podem render uma boa conversa.Dê o play, siga os links e não se furte de comentar, reclamar ou sugerir através de quaisquer dos canais possíveis. STF autoriza polícia a invadir domicílios (0:32 a 10:34)Polícia pode entrar em residências sem mandado, decide STF (Justificando)Bebê entra em coma após granada jogada pela Swat atingir seu berço (Extra)Câmera na viatura: uma arma contra os maus policiais (Veja)Mais um PM suspeito de participar da chacina de Osasco e Barueri é preso (EBC)Lei que incentiva a repatriação de valores do exterior (10:38 a 27:01)Câmara conclui votação e exclui políticos de regras de repatriação (G1)PSDB promete obstruir projeto de re

  • 37: Por Cima do Cadáver do Eduardo Cunha

    37: Por Cima do Cadáver do Eduardo Cunha

    19/11/2015 Duración: 53min

    “PEC das Domésticas: dois anos depois de sua aprovação, o que mudou? A vida das mensalistas melhorou? Como as famílias de classe média estão lidando com o aumento nos custos? E o eSocial, problemas pontuais ou o começo de uma longa dor de cabeça para os empregadores? Essas e muitas outras perguntas, você confere no Globo Repórter dessa noite, logo depois do intervalo”. Brincadeiras à parte, em meio a uma série de problemas com o serviço unificado de registro das mensalistas e a publicação de alguns números sobre a categoria no país, aproveitamos para retomar a regulamentação do direito das domésticas, no país.Na segunda parte, torcendo para que o excelentíssimo presidente da Câmara dos Deputados não se sinta de forma alguma ofendido, expressamos nossa contrariedade com a nova Lei do Direito de Resposta recentemente sancionada pela presidente Dilma - e que teve o uso inaugurado pelo deputado em questão menos de 24 horas depois. Abaixo, os inevitáveis links e uma importante errata para quem ouvir a se

  • 36: O Estado é Laico mas não é Ateu

    36: O Estado é Laico mas não é Ateu

    12/11/2015 Duración: 01h05min

    Depois de duas semanas longe dos microfones, voltamos a gravar um episódio, com direito a comentários atrasados e assuntos mais recentes. Apesar do noticiário tomado por fatos tristes e preocupantes, como acidente aéreo suspeito e desastre ambiental, resgatamos dois assuntos que têm gerado bastante debate em redes sociais, mesas de bar e reuniões de ativistas variados.Primeiro, aproveitamos a instituição por parte da presidência do Programa de Combate ao Bullying para dar algumas breves e iniciais pinceladas sobre o assunto. Trata-se de tema tão potencialmente sério quanto aberto a ânimos exaltados, e isso parece traduzido na generalidade da lei sancionada.Depois, aproveitamos dois projetos de lei (na verdade uma PEC e um PL) na lista dos mais polêmicos do excelentíssimo presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, para discutir uma acusação que de tempos em tempos vem à baila e que dá título a esse episódio: a laicidade, ou secularismo, do Estado. Estaríamos correndo risco de trocar a Constituição pela

  • 35: Função Social do Preço

    35: Função Social do Preço

    05/11/2015 Duración: 45min

    Como havíamos avisado no episódio e post da semana passada, hoje publicamos a segunda parte do que gravamos lá no longínquo dia 27 de outubro. Então, caso você estranhe algum comentário sobre "o assunto anterior", já sabe a que nos referíamos.Dito isso, o assunto dessa semana segue a temática da regulação governamental, mas por outro viés: a intervenção de entidades antitruste, como o brasileiro Cade e o americano FTC, na prevenção ou controle de monopólios, oligopólios, monopsônios e similares. Mais especificamente, começamos a conversa a partir da notícia da venda da SAB Miller para a AB Inbev e o consequente surgimento de uma empresa cervejeira dona de quase metade do mercado mundial.No processo, como já devem estar acostumados, passamos por discussões mais gerais sobre papel do governo, avanços no estudo da economia e prêmio Nobel "de mentirinha". Os já tradicionais links estão abaixo. Dê o play, aproveite a conversa e deixe seu comentário. Defesa da concorrência (1:24 até 44:00)Cervejarias AB InBev

  • 34 - Olhando para o Abismo

    34 - Olhando para o Abismo

    29/10/2015 Duración: 43min

    O episódio dessa semana tem um quê de física quântica: é mais curto e mais longo que de costume. Acontece que, por uma soma de desatenção, empolgação e falta de luz, nos passamos um pouco no tempo e os dois blocos de conversa extrapolaram os 40 minutos. Por isso, achamos que seria melhor para todos - nós e, principalmente, vocês - desmembrá-los em dois episódios diferentes.Assim, essa semana nos debruçamos sobre a questão da "renda mínima universal", projetos que garantem que toda a população receba uma determinada quantia todo mês, independente de ter renda ou não, ou de quanto é essa renda.Para a supresa de muitos, talvez, a proposta não é nem um pouco maluca e, historicamente, tem o apoio de grandes nomes do liberalismo econômico, como Friedrich Hayek e Milton Friedman. Inclusive, resolvemos tratar do assunto devido à notícia de que a implantação de um programa do tipo deve ser discutida pelo Congresso finlandês ainda esse ano, a partir de uma proposta do governo federal, que é de centro-direita.Ficou curi

  • 33: Morando Sobre uma Pilha de Dinheiro

    33: Morando Sobre uma Pilha de Dinheiro

    22/10/2015 Duración: 01h02min

    Depois de alguns teasers, essa semana finalmente cumprimos com a promessa e trouxemos nosso primeiro convidado. Como nunca havíamos gravado com outra pessoa, escolhemos alguém que tivesse algo interessante para falar mas que também fosse "de casa" e tivesse a paciência necessária para ser a primeira cobaia.Assim, o episódio dessa semana traz a presença do Anthony Ling, arquiteto, urbanista e empreendedor gaúcho, há quatro anos morando aqui em São Paulo. Mais especificamente, falamos sobre economia urbana, ou seja, a aplicação de conceitos e ferramentas da área econômica ao urbanismo e o planejamento urbano.Por uma hora, vamos do Plano Diretor de São Paulo às favelas do Rio de Janeiro e os limites do direito à propriedade na hora de permitir que cidades cresçam da forma mais orgânica possível. Ah, e também por que, diabos, as cidades brasileiras são tão feias. No fim, devemos ter conseguido cobrir pouco mais de 10% dos assuntos que tínhamos preparado para essa conversa. Por isso, dê o play, siga os links

  • 32: Quem é Keyser Söze?

    32: Quem é Keyser Söze?

    15/10/2015 Duración: 01h14min

    Como esperado, a conversa sobre controle de armas da semana passada acabou gerando mais comentários que o de costume. Por isso, acabamos dedicando a primeira parte desse episódio para tratar desses pontos e tentar esclarecer alguns assuntos que talvez tenham sido abordados sem a devida atenção. Passado esse momento, aproveitamos a notícia da premiação do escocês Angus Deaton com o Nobel de Economia para tratar dos dois assuntos que permearam sua atuação nos últimos anos junto a instituições como o Banco Mundial: pobreza e desigualdade. Qual a ligação entre os dois assuntos? Como melhor lidar com cada um deles? Dê o play, siga os links e, quem sabe, nos ajude a descobrir: quem é Keyser Söze?Comentários dos ouvintes (de 0:32 até 26:53)Quem é dono da imagem dos médicos? (Academia Médica)CFM endurece regras e proíbe selfies de médicos nas redes (Estadão)Comentário do Adhemerval Zanella, na nossa página do Facebook20 Centavos #5: Ame-o, Deixe-o ou Xingue-oUma teoria geral (e libertária) sobre contro

  • 31: Controle de Armas

    31: Controle de Armas

    08/10/2015 Duración: 01h11min

    Segundo um ditado popular, armas não matam pessoas, pessoas matam pessoas. Mas e se as armas tornarem as pessoas mais eficientes em se matarem, isso é bom ou ruim? É aceitável permitir que o Estado ou qualquer equivalente interfira no direito à legítima defesa de seus cidadãos? Quais os limites? Uma discussão muito maior do que o tempo de nosso podcast permite, mas que ainda parece muito pouco aprofundada no Brasil (e por isso, desde já, pedimos desculpas pelos vários links em inglês). E que, com todo o cuidado possível, tentamos abordar nessa semana, suscitados por mais um tiroteio em uma universidade, nos EUA. Na segunda parte, tratamos de um assunto mais leve, mas igualmente relacionado aos limites de intervenção do Estado em nossas vidas, ao falar da recente lei que regulamenta a profissão de designer - bem como regulamentação profissional de forma geral. Até que ponto esse tipo de legislação é necessária, e quais seus potenciais benefícios e malefícios para a sociedade? Dê o play, siga os links

  • 30: [ Anúncio Bloqueado ]

    30: [ Anúncio Bloqueado ]

    01/10/2015 Duración: 01h14min

    A propaganda online vai acabar? Os produtores de conteúdo online vão todos morrer de fome? O que, diabos, aconteceu para causar o pânico súbito e generalizado entre a imprensa de tecnologia e críticos da comunicação em relação a algo que já existia há tanto tempo quanto bloqueadores de anúncios digitais? Uma dica: tem algo a ver com frutas. Essa semana, então, dedicamos mais da metade do 20 Centavos para falar sobre o desespero de produtores de conteúdo diante da liberação, por parte da Apple, dos bloqueadores de anúncio no sistema operacional do iPhone e iPad. De certa forma, uma continuação mais aprofundada em uma parte do assunto que tratamos lá no nosso episódio 18, ao falar de formas de remuneração para produtores de conteúdo. Além desse papo que junta um pouco da profissão do Solon (publicitário) com a do Jorge (desenvolvedor), a primeira parte desse episódio foi dedicada a responder e comentar alguns comentários de ouvintes das últimas duas semanas. Voltamos à venda de órgãos, à crise polític

  • 29: Dá Bilhão?

    29: Dá Bilhão?

    24/09/2015 Duración: 01h01min

    Depois de muito adiarmos, achando que não teríamos muito o que somar ao assunto que já não tivesse sido tratado por gente potencialmente muito mais qualificada, finalmente encaramos a crise financeira e política por que passa o Brasil. Ainda assim, esperamos e acreditamos que tenhamos tratado de alguns pontos que possam fugir um pouco da narrativa diária que nos ataca nos grandes portais.Para o segundo segmento, em assunto ainda um pouco relacionado, falamos sobre o projeto de lei do senador Ciro Nogueira (PP/Piauí) que legalizaria os jogos de azar no Brasil. Será que podemos esperar que seja essa uma saída de aumentar a arrecadação sem mexer em impostos? Que vamos ter a volta de cassinos e bingos por todo o país? Para saber, dê o play e siga os links.Crise política e econômica no Brasil (de 0:32 até 35:56)Estagflação: estagnação, inflação e desemprego (Dinheirama)Brasil está longe da 'estagflação', avalia presidente do Banco Central (G1)'Estamos em um processo de estagflação', diz o economista Carlos Langoni

  • 28: Meu Rim, Minhas Regras

    28: Meu Rim, Minhas Regras

    18/09/2015 Duración: 01h09min

    Essa semana, excepcionalmente, publicamos com um certo atraso devido a complicações técnicas fora de nosso controle. Mas com sorte, ter que gravar o mesmo show uma segunda vez nos permitiu estar mais preparados e ser mais concisos e informativos. Vocês decidem.E por falar em citações a antigos programas da Globo, nosso primeiro bloco de hoje tem gostinho de Vale a Pena Ver de Novo: com a passagem de leis no Rio de Janeiro e em São Paulo proibindo seu uso, e novos desenvolvimentos nos tribunais dos EUA, voltamos a falar do incrivelmente polêmico Uber, tecnologias que permitem esse tipo de serviço e a tal da economia de compartilhamento.Depois, resolvemos continuar o tema sobre os limites dos direitos sobre nosso próprio corpo – abordado na semana passada, ao falar de prostituição, e no episódio 4, quando falamos de aborto – ao discutir a questão da legalização e regulamentação da venda de órgãos. Garantimos que a grande maioria de vocês não faz ideia de qual é o único país do mundo onde isso é permitido. 

  • 27: Um Amigo me Contou

    27: Um Amigo me Contou

    10/09/2015 Duración: 51min

    Não satisfeitos com termos comentado o escândalo do Ashley Madison em nosso episódio #24, essa semana resolvemos dar o passo seguinte e falar sobre prostituição, partindo do recente ataque do governo dos EUA a um site especializado em NY. Prostituição deve ser crime ou não? Se descriminalizada, deve ser regulamentada? Qual a melhor maneira de lutar contra seus aspectos mais nefastos como tráfico de pessoas? Todas perguntas importantes, ao tratar da tal da profissão mais antiga do mundo.Depois de quase meia hora dedicada a esse assunto mais complicado, fizemos dois comentários mais rápidos sobre questões recentes e interessantes: primeiro, a intenção do governo através da Ancine de estabelecer uma "cota de tela" para serviços de streaming audiovisual como Netflix; e depois, a proposta de alguns deputados federais para um projeto de lei que puniria de forma exemplar aqueles que usam sites e redes sociais para falar mal de políticos. No encerramento, ainda compartilhamos a sugestão do Pedro Antunes, do cana

  • 26: Teste de Fidelidade para Políticos

    26: Teste de Fidelidade para Políticos

    03/09/2015 Duración: 01h04min

    Depois de postergarmos por certa falta de tempo (ou preguiça), essa semana dedicamos um episódio inteiro a um só assunto: o pacote de medidas sugeridas pelo Ministério Público Federal para combater a corrupção no país. Ainda que oficialmente sejam 10, na verdade veremos que o total de alterações sugeridas em legislações e questões processuais é bem maior. Para quem gosta de spoilers, podemos adiantar que nossa recomendação é não apoiar o abaixo-assinado que o MPF anda distribuindo país afora. Para quem se der ao trabalho de apertar o play e dedicar os 64 minutos ao 20 Centavos dessa semana, porém, verão que concordamos com várias coisas, em especial o espírito por trás das medidas. Antes de deixá-los com os links, porém, um aviso e pedido para quem odeia os "scratchs" que usamos para dividir as partes do podcast: embora tenhamos prometido procurar alternativas, na semana passada, a verdade é que não conseguimos encontrar nada que resolvesse o problema; por isso, se alguém tiver sugestões de efeitos

  • 25: A Flauta e o Saxofone

    25: A Flauta e o Saxofone

    27/08/2015 Duración: 01h01min

    Nessa semana, quem faz o 20 Centavos é você! Usando algumas respostas à pesquisa que divulgamos semana passada e um comentário por email, acabamos fazendo um episódio inteiro "sob demanda".Na primeira parte, respondemos e comentamos rapidamente algumas das sugestões ou críticas feitas pela pesquisa. E aproveitamos a oportunidade para reiterar que quem tiver pedidos, sugestões ou reclamações, que não se acanhe e nos envie, que estamos sempre querendo melhorar o podcast.Depois disso, usamos um comentário e sugestão feitos por email pelo André Manenti, para falarmos sobre a polarização política atual no Brasil e no mundo, e possíveis soluções para lidar com o atualmente momento político do país - uma revisita ao assunto do nosso já longínquo primeiro episódio. Assim, deem o play, vejam se tratamos de alguma das suas dúvidas ou sugestões, e em caso contrário, apele para os comentários. Sugestões dos ouvintes (de 0:32 até 14:21)Por favor, respondam à nossa pesquisaO podcast sobre podcasts – The Podcast M

  • 24: Borboletas Psicodélicas

    24: Borboletas Psicodélicas

    20/08/2015 Duración: 49min

    Episódio 24. Dois gaúchos. Borboletas psicodélicas. Significa? Pois saibam tratar-se de um famoso logradouro na cidade de São Paulo. A razão para o título está na segunda parte do 20 Centavos dessa semana, em que falamos da proposta do prefeito Fernando Haddad para mudar o nome de ruas, viadutos, praças e assemelhados que façam menção a datas ou pessoas ligadas à ditadura militar e o golpe de 64.Antes disso, mas ainda em nota um pouco relacionada, resolvemos falar sobre um assunto que parece ter passado um pouco por baixo do radar na última semana, que foi a aprovação pela Câmara dos Deputados da lei antiterrorismo. Assunto sempre complexo, e um projeto de lei, na nossa opinião, repleto de espaço para abusos.Essa semana, também, gostaríamos de chamar atenção para dois pontos significativos. Primeiro, e mais importante, gostaríamos de pedir encarecidamente a todos os nossos ouvintes que percam uns 2 ou 3 minutinhos para responder uma pesquisa que fizemos para ter uma ideia um pouco melhor do perfil de que

  • 23: Destruição Mútua Assegurada

    23: Destruição Mútua Assegurada

    13/08/2015 Duración: 01h03min

    Não, não foi dessa vez que Jorge e Solon tiveram alguma desavença maior e foram às vias de fato. O título dessa semana se dá por nosso primeiro assunto: os 70 anos da explosão da bomba atômica de Hiroshima. Dentro disso, acabamos conversando sobre os limites éticos das guerras, questões tecnológicas e outros assuntos relacionados.Na segunda parte, aproveitamos a notícia de que um julgamento no STF pode levar à descriminalização do uso e porte de drogas para, enfim, darmos a esse assunto, que já foi mencionado rapidamente em vários outros shows, um pouco da atenção que merece. Comentários dos ouvintes (de 0:31 até 3:15)Entenda por que a produtividade no Brasil não cresce (BBC)70 anos da bomba de Hiroshima (de 3:20 até 41:44)The Lives Saved by the Bomb (Wall Street Journal), e a tradução por Rodrigo Constantino, na Veja (a parte que interessa está em azul)Hiroshima e Nagazaki: razões para experimentar a nova arma (artigo de Ronaldo Mourão)The Bomb Didn't Beat Japan... Stalin Did (Foreign Policy)A

  • 22: Eu Queria ser uma Mosquinha

    22: Eu Queria ser uma Mosquinha

    06/08/2015 Duración: 54min

    Em semana de muitos – e interessantes – comentários, hoje temos um episódio com um só assunto: o impacto dessas pequenas máquinas voadoras chamadas de drones em uma série de conceitos legais e nos nossos costumes. Como fica o direito à privacidade? À propriedade? Como a notícia que inicia nossa conversa, é aceitável dar tiro em drones que entrem na sua propriedade?Follow-up de comentários (0:32 até 22:13)Políticas para eletrônicos não ajudam indústria local a ser mais competitiva (Estadão)Curso online de Comércio Internacional (em inglês) O que significa ser um anarcocapitalista? (Instituto Mises Brasil)Drones (22:18 até 52:09)Um pai ciumento, um rifle e um drone: receita para se obter um tiroteio (XD | Globo)Polêmicos e revolucionários, mais de 200 drones voam no país sem regra (G1)  Vizinho bêbado destrói drone em praia dos EUA (YouTube)Grafiteiro usa drone para pichar outdoor, nos EUA (Adrenaline)A vigilância coletiva e o direito da privacidade (Âmbito Jurídico) Atirando

página 2 de 4

Informações: